Evandro Angerami

São Paulo, 1979

Biografia

Vive e trabalha em São Paulo
Aos 38 anos de idade, Angerami viaja a lugares cada vez mais longínquos de sua cidade natal para estudar a história e a prática dos clássicos - como os bizantinos e seus monastérios minuciosamente pintados à mão no século XIII. Quanto mais atual é a produção de Angerami, mais ela se encontra com antigos e traça paralelos entre técnicas tradicionais de pintura e abordagens conceituais contemporâneas. Fortemente ligado a suas crenças sobre o fazer artístico, a pintura com folha de ouro 23K e sua estreita relação com os minerais e a natureza reforçam a importância que dá a cada pincelada em suas obras, sejam elas feitas em tela, madeira ou parede, suporte que tem ganhado cada vez mais importância dentro de sua atuação urbana. As inúmeras imersões e residências artísticas se encontram com sua característica mais pessoal de metamorfosear-se com o universo ao qual se propõe a mergulhar. Suas expedições para pintura ao ar livre, por exemplo, geraram interesse em comunidades indígenas que acabaram participando de suas oficinas.

Divide-se, então, sua produção em duas vertentes: estúdio e ar livre. Numa encontram-se versões criadas em ateliê de suas paisagens da memória, onde o artista encontra-se com suas referências e se permite criar universos imaginários. Noutra, absorve as camadas alcançadas pelos olhos, interpreta a mudança de luz nos ambientes externos conforme o tempo passa e vivencia por horas cada espaço e suas vidas.

Mestre em Artes Visuais pela New York Studio School of Painting, Drawing and Sculpture, fez Bacharelado e Licenciatura em Artes Visuais no Centro Universitário de Belas Artes de São Paulo. Suas obras integram acervos permanentes de instituições nacionais e internacionais como da Associação Internacional de Gravuras de Kyoto, no Japão; Museu de Arte Contemporânea de Bogotá, na Colômbia; Fundação Marcos Amaro de São Paulo, dentre
outras. Dentre suas exposições individuais destacam-se as que aconteceram na Galerie Arteconte de Paris, na França (2011); na Fundação Pinacoteca Benedicto Calixto de Santos, em São Paulo (2012) e na New York Studio School of Drawing Painting and Sculpture, de Nova York
(2009). Participou ainda de coletivas na Organização da Nações Unidas (ONU), em Nova York; na Galleri Bankgaard de Glusted, na Dinamarca; na Verve Galeria, em São Paulo; dentre outras que participa desde 2004.

Evandro Angerami

Capa